Coronavírus muda rotina dos portos brasileiros

O presidente do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), afirmou na última quarta-feira (18/03) que os trabalhadores e autoridades do porto de santos, maior da América Latina, chegaram a um acordo para manter normalmente as operações do porto apesar dos avanços do novo Coronavírus.

Regis Prunzel presidente da Sopesp afirmou que os trabalhadores apoiam a iniciativa de manter as operações, embora algumas medidas devem ser tomadas.

“O porto mantém a operação de forma normal, este é um posicionamento nosso, a própria autoridade portuária também vai se posicionar, e os trabalhadores também estão de acordo e apoiando a iniciativa”, afirmou Prunzel por meio de mensagem de áudio.

Ele disse ainda que um comitê de crise foi criado com representantes de todos os segmentos que atuam no porto, de onde parte a maior parcela das exportações de café, açúcar, soja e algodão do Brasil.

Vários portos pelo mundo principalmente os chineses estão parcialmente fechados ou paralisados por isso haverá acumulado de containers nos terminais.

O acumulo destas cargas no Brasil em portos e aeroportos poderá acarretar:

  • Pedidos de embarques acima do LMG (Limite Máximo de Garantia) das apólices. Atenção ao acúmulo de risco nos locais de armazenamento da mercadoria (portos, aeroportos, armazéns logísticos);
  • Maior tempo de permanência nos Operadores Portuários;
  • A permanência das mercadorias em portos e aeroportos, normalmente estabelecido em 60 dias e 30 dias, respectivamente, precisam ser analisados e solicitados prorrogação junto a seguradora;
  • Maior tempo de Crossdocking em depósitos e armazéns dos transportadores e operários logísticos, etc;
  • Os impactos podem abranger vários ramos: Importação, Exportação, Operadores e Property.
  • Atenção também aos cuidados de manutenção do resfriamento de cargas perecíveis em geral e o prazo de validade de produtos de forma geral;
  • Redobrar a atenção às anotações nos Extratos de Avarias expedidos pelos armazéns portuários.

Visando melhor atender nossos segurados solicitamos que monitorem os pontos acima para que possamos minimizar os impactos logísticos dos mesmos.

Em caso de dúvidas, entre em contato com nosso Especialista de Negócios Internacional.

Mauricio Palma
internacional@tradevaleseguros.com.br
Cel.: (11) 9 9278-1604

Atenciosamente
Trade Vale Seguros

Fonte: Jornal Portuário e Chubb
Trade Vale Seguros

Criatividade. Este tem sido o nosso instrumento de trabalho.
A TRADE VALE SEGUROS é uma corretora que dedica seu dia-a-dia à construção de soluções para seus clientes, sejam eles transportadores ou embarcadores em todo território nacional e internacional.

Contatos
R. Estela, 515 Bloco G • 3º Andar • Vila Mariana • São Paulo SP
+55 11 5573-4498