julho 30, 2018

Produtores optam por transporte próprio após alta na tabela do frete

A implantação da tabela de preços mínimos do frete, que está em vigência no país desde 30 de maio, trouxe mudanças significativas principalmente para o setor cerealista. Muitas cooperativas e cerealistas passaram a estudar a possibilidade de aquisição de uma frota própria, para depender o mínimo possível da terceirização. Algumas delas inclusive já providenciaram a aquisição de novos veículos, mesmo tendo que adiar alguns outros projetos.

Esse movimento ganhou força por conta do encarecimento do frete para o escoamento da produção agrícola, após o governo federal estabelecer a planilha de preços, uma das solicitações feitas pelos caminhoneiros para o fim da greve.

Um levantamento feito pela assessoria econômica da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), aponta que nas últimas semanas os preços do frete saltaram 29%, em média.

O presidente da Associação das Empresas Cerealistas do Estado (Acergs), Vicente Barbiero, estima que, atualmente, 30% do volume de grãos é transportado pelas próprias cerealistas e outros 70% por empresas transportadoras ou por cooperativas de caminhoneiros autônomos. Mas acredita que este quadro pode se inverter entre 2018 e 2019 se a tabela do frete continuar em vigor e, sobretudo, se não equilibrar bem os interesses de todas as partes.

Fonte: portalntc.org.br

Noticias
About admin

Leave a Reply

Trade Vale Seguros

Criatividade. Este tem sido o nosso instrumento de trabalho.
A TRADE VALE SEGUROS é uma corretora que dedica seu dia-a-dia à construção de soluções para seus clientes, sejam eles transportadores ou embarcadores em todo território nacional e internacional.

Contatos
R. Estela, 515 Bloco G • 3º Andar • Vila Mariana • São Paulo SP
+55 11 5573-4498